Sem categoria

Sim, a vida é uma caixinha de surpresas. Infelizmente não podemos controlar tudo oque acontece, nada dura pra sempre. O que foi o nosso caso, o nosso “para sempre” não passou de 2 outonos, infelizmente.

Mas não culpo a vida ou até mesmo o destino.. O destino até tentou nos juntar e por certo tempo conseguiu, mas a gente só consegue perceber a beleza do dia quando a noite cai.
Houveram tantos erros de ambas as partes, tantas brigas, tanto orgulho bobo, meses sem nos falarmos, e tudo foi morrendo, tanto dentro de mim quanto em você.

Não digo que foi só perca de tempo, a gente foi feliz sim, e muito. Mas também fomos idiotas deixando a chama do nosso amor se apagar. O interesse foi sumindo, a cumplicidade se acabando, as trocas de carinho deram lugar as constantes brigas e discussões.

Aos poucos fomos deixando de ser “um feito de dois”. Ainda tentei te procurar novamente, mas já era tarde demais, a sua vida andou e a minha também, confesso que não sinto nem um terço do que já senti por você um dia, mas mesmo assim ainda queria você em minha vida. Porém, existem coisas que não podemos decidir não é mesmo?

Foi ótimo ter você em minha vida, mas o “nós” acabou. Como diria Maneva: “O destino não quis a gente junto pra sempre, mas foi um privilégio me encontrar com você”

Kaique

 

Anúncios
Sem categoria

Se aquieta menina!

É normal uma vez ou outra voltarmos no tempo, querer reviver momentos, pelas experiências mais que boas, e os momentos no qual foram perfeitamente vividos. Sim, é normal.

As vezes queremos reviver pelo prazer que era ter alguém no qual você dividia todos seus desejos, por compartilhar suas madrugadas de diversão, aquelas que passavam tomando “porres” e sorrindo, por um simples prazer das afinidades.

Mas, mais importante do que foi vivido, é o que você tem para viver. Olhar para o passado cega o seu futuro garota. Melhor do que voltar à aquilo que lhe parece convidativo, é continuar caminhando, dando novos rumos, sem medo de onde terá de pisar, ou do que teme encontrar, somente sozinha poderá ouvir a voz da solidão e construir em você aquilo que chamamos de amor próprio.

Isso lhe prepara para aqueles que quando chegarem até você, não ousarem te amar menos do que já se ama. E então só assim, provavelmente em um desses caminhos você encontrará o que precisa, sem ter de retomar ao que já teve.
Pois como dizia aquelas sábias palavras de Mário Quintana:

“O segredo não é correr atrás das borboletas. É cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar, não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando por você!”

Vitória

 

Sem categoria

Quero uma chance para nossa história!

PARTE 1ELA

Logo no começo eu achei que éramos feitos um para o outro, a combinação perfeita.

Todos diziam que éramos diferentes e nunca íamos dar certo, ignorei minha mãe, os amigos, os sinais e até minha razão, por que eu te amava, mas no final escolhi o silêncio.

Silenciar e deixar o silêncio falar por mim, foi a única coisa que eu conseguir fazer.

Só que cada um interpreta o silêncio da sua forma e eu não posso te culpar por interpretar errado, se é que existe errado quando a questão é silêncio.

Mas pensei que você fosse perceber, você era meu melhor amigo, você é meu melhor amigo, sempre adivinhava o que eu estava sentindo e pensando, até quando eu não sabia. Você sempre soube de tudo, mas uma coisa você não soube, que eu te amava ou será que você sabia?

Isso eu nunca vou saber, porque nunca fiz nada. Esse foi o meu maior erro, eu nunca fiz nada.

Eu não disse, eu não expressei, eu não demonstrei.

Mas tudo o que eu sentia morre aqui nestas linhas.

Você continuará sendo meu melhor amigo, com todo esse seu jeitão desencanado e esse sorriso irônico.

No final o silêncio foi a melhor coisa, pois não perdi meu melhor amigo.

Nós nunca seríamos o casal Isabela Freitas e Pedro Miller, e sempre vou pensar como seríamos juntos.

Boa sorte na sua vida, por que eu sigo em frente a minha, fazendo tudo pra dar certo.

De todos os amores, eu agora escolho o próprio!

amandinha

 

Sem categoria

Intenso demais para ser para sempre.

Sempre fui aquele tipo de pessoa intensa, que se apega demais, ama demais e consequentemente sofre demais. Pensava que a vida seria igual contos de fadas, que o amor sempre iria vencer e que as pessoas nunca iriam me abandonar. Que inocência a minha!

Os anos foram se passando, a vida me mostrou que a realidade é totalmente diferente do mundo das histórias. Fui me tornando uma pessoa fria, não por medo de me apaixonar, mas por medo de me machucar novamente.

Até que um dia, em meio a tantas pessoas no mundo você apareceu, não sei se foi coincidência ou destino. Mas naquele momento a única coisa que me importava era o que estava sentindo. Os dias foram se passando e tudo se tornando cada vez mais intenso.

Cheguei até acreditar que dessa vez seria diferente, que alguém fosse permanecer na minha vida. Você era, e continua sendo tudo aquilo de bom que imaginei para a minha vida. Você foi capaz de trazer para a minha vida uma alegria que não sabia que existia. Pena que o tempo passou e de tudo só restou lembranças.

Isso não foi um adeus, mas sim um até logo. Quem sabe algum dia a vida nos dê outra oportunidade de fazer diferente e a gente se esbarre em qualquer esquina por aí.

Sem título

Sem categoria

Você não me faz mais sonhar.

Carinhoso, dono de um olhar encantador e de um sorriso que era capaz de me fazer ver o sol em dias nublados…

Essas eram as características suas, da pessoa que você era quando entrou na minha vida e me fez almejar um futuro ao seu lado. Até me esqueci que já havia quebrado a cara inúmeras vezes e fechei os olhos para todos os indícios que me levavam a crer que aconteceria novamente, eu me joguei de cabeça e de novo encontrei o chão como a maioria ele era raso demais.

Não foi por falta de cuidado, mas é que acreditei naquelas histórias que todos contavam que mais cedo ou mais tarde o amor iria acontecer pra mim, que eu ainda seria muito feliz etc… e eu apostei sabe? Tinham todos os indícios que seria eterno, você tinha todos os predicados que idealizei como a pessoa perfeita pra mim, mas não era.

Também não posso dizer que a culpa foi unilateral, exclusivamente sua, tive minha parcela de culpa eu sei, talvez faltou intensidade da minha parte, ter me doado mais, ter segurado suas mãos com força no momento em que você precisou. Engraçado que a gente fecha os olhos para os sinais que a pessoa dá quando está descontente, quando já tem vestígios que à relação já não está mais fluindo como deveria. Hoje enxergo que é simples, o sorriso já não tem mais aquela vontade toda, o dó da voz já caiu para o mi faz tempo e o que resta é o silêncio no meio da conversa.

É aquela famosa história em que o ponteiro dos relógios que não se acertam sabe? Mas ficar lamentando é pior, não vai trazer a felicidade novamente, o brilho do olhar quando se perde não tem jeito é hora de fazer as malas e se despedir de vez, partir pra outra entende? Se eu disser que não vou me envolver de novo estarei mentindo, mas vou deixar o amor tirar umas férias desse peito cansado.

Vou me dar à chance de me encontrar outra vez, combater alguns demônios que encontram-se alojados aqui dentro do peito faz tempo, para quem sabe um dia fazer morada em outro coração novamente. Não vou ser hipócrita em desejar que seja feliz nesse seu novo caminho, com alguém que sem mesmo conhecer já sinto raiva.

Egoísmo, imaturidade? Pode ser. Mas espero que sejas feliz bem longe dos meus olhos que tanto admiraram você. Sei que sua voz ainda irá permanecer por um longo tempo aqui no meu subconsciente, tem muita coisa de você aqui dentro. Mas olha só, me faz um favor? Leva tudo que é seu tá? as roupas, os livros, as lembranças e tudo que ainda estiver aqui.

Só deixa aquela foto do nosso primeiro aniversário, da época em que a gente sabia enxergar verdades nos olhos um do outro. Ela me faz lembrar do tempo em que eu tinha certeza que a gente não era esse poço de gelo em que nos tornamos, me faz lembrar das noites de verão em que a gente pegava fogo e não éramos nem sombra do que somos hoje.

Apenas duas pessoas que ficaram à mercê da solidão por serem rasos demais. Até tentamos, mas a grande verdade é que no fundo no fundo só desaprendemos à amar.

( Djessy Rudtke & Luiz Flávio )

Djessy

luiz

 

Sem categoria

Você foi e ainda não sei recomeçar!

287 dias após o nosso fim, eu pensei que estaria tudo bem, pois é, me enganei. As coisas não vão bem, a tristeza e solidão se tornaram minhas melhores amigas, não pelo fato de não ter mais sua presença em minha vida, mas sim por você ter levado contigo meu sorriso e todo meu anseio por felicidade.

Tudo mudou, desde meu pensamento até o meu gosto musical. O café já não me deixa mais alerta, minha coberta já não me esquenta, a chuva já não me trás mais calma e os trovões me assustam, até mesmo o restaurante da esquina onde a gente costumava almoçar às terças já não tem um ambiente agradável.

Aquela música eletrônica que você adorava e sempre colocava no último volume pra limpar a casa, me faz chorar (mesmo tento uma batida grave frenética que empolga qualquer um.)

Tudo mudou após sua partida, meu mundo mudou. Sinto falta, não de você, mas de como eu era, como me sentia vivo, como conseguia assistir um filme de romance sem ficar imaginando o que vai ser da minha vida.

É, hoje foi só mais um dia após sua partida, amanhã será outro, depois de amanhã outro. Espero que os próximos dias me tragam o que você levou com você, e se não trouxerem? Bom, vai ser só mais um dia após sua partida.

Kaique

Sem categoria

Você me deixou uma grande lição.

Pois é, hoje alguns tantos de dias depois do “nosso” fim, apaguei as últimas fotos da gente que ainda estavam na história do meu Snapchat. Passou um filme na minha cabeça sabe? O nosso filme, que só eu assisti. Você deve estar em alguma festa, beijando outra boca ou apenas dormindo tranquilamente em casa.

Eu não sei e não faço questão de saber. Mas sabe, agora pensando e sentindo tudo de uma vez só, consigo ver, que bosta você fez na minha vida garota! Não estou “cuspindo no prato”, muito pelo contrário, você fez tudo de um jeito tão bom que foi fácil me destruir, afinal você me fez acreditar que nunca faria isso.

Hoje consigo dizer com toda a convicção que eu já não me importo mais com você, que não estou nem aí se já está com outro, mesmo vendo suas indiretas para algum novo amor no Facebook. Não digo que não penso em você, porque ainda penso sim, mas de forma totalmente diferente, antes achava que não sobreviveria sem você ao meu lado, mas o amanhecer de cada novo dia me provou dolorosamente que eu podia sim.

Eu pensava que sem você eu não seria ninguém, e acredite, sou mais alguém sozinho do que quando estava com você. Ao seu lado eu vivia pra você apenas, e quando me deixou eu continuei vivendo pra você, mesmo que sem você, e nem ao menos pensava em mim, inúmeras noites eu fiquei pensando na gente sem nem existir mais um “nos”. Mas isso acabou!

Você agora é pra mim aquilo que eu fui pra você, um grande e belo nada! Não serei hipócrita como você a ponto de não valorizar oque já tivemos. Você foi a maior dor que já senti em minha vida mas vivemos momentos bons, então obrigado. Obrigado pelos sorrisos, pelos abraços, pelos beijos, pelas tardes de domingo, pelos sustos, pelas brincadeiras, pelos olhares e tudo.

Mas principalmente, obrigado por ser o exemplo de pessoa que jamais devo me tornar!

Kaique